Como instalar Forro Drywall Estruturado - FGE to MP3 / MP4 ( HD )

paste the URL address of video or song

Como instalar Forro Drywall Estruturado - FGE
Como instalar Forro Drywall Estruturado - FGE

O Forro Gypsum Estruturado o sistema de drywall é suspenso por pendurais compostos de suportes niveladores associados a tirantes de aço galvanizado.O sistema é fixo e oferece uma superfície monolítica. O perímetro do FGE pode ser executado com cantoneiras, caso o forro seja estanque, ou com tabicas, se for dilatado. Também é possível a realização de outros detalhes de dilatação perimetral ou no meio do pano do forro. Para saber mais sobre o Forro Gypsum Estruturado, acesse o site da Gypsum Drywall: https://www.gypsum.com.br/pt-br/sistemas/forro/forro-drywall-estruturado/ Tudo sobre forro drywall: funcionalidade, vantagens e manutenção Forros têm como principal função a questão estética, com a finalidade de dar acabamento à estrutura de telhados ou lajes. Além de ocultar imperfeições, fios, tubulações ou dutos, o forro drywall pode auxiliar no desempenho acústico e de proteção contra incêndios da edificação. Extremamente versátil, é aplicável em qualquer tipo de construção. No Brasil, a resistência das chapas para forro é especificamente informada por cada marca, de acordo com os testes de desempenho exigidos pelas normas. Mas, apesar da alta qualidade, é importante atentar-se a proposta dos produtos. Materiais que não possuem reforço para recebimento de sobrecarga não devem, em nenhum caso, recebê-la. Durante o projeto, caso haja a necessidade, cada reforço é indicado de acordo com a necessidade específica. Ao contrário da laje seca, que recebe cargas previstas durante os cálculos do projetista, o forro não tem como função suportar peso. Para ajudar você a entender a verdadeira função do forro drywall, além de suas vantagens, cuidados e possíveis manutenções, convidamos o arquiteto do Departamento Técnico de Especificação da Etex, Luiz Guilherme Penna, para nos contar um pouquinho mais sobre o sistema. Qual a diferença entre laje seca e forro drywall? Luiz Guilherme: a laje é um elemento estrutural de compartimentação horizontal, tem como função separar ambientes ou criar pavimentos e pode receber cargas - além do seu próprio peso, também o peso de pessoas, móveis, equipamentos e revestimentos. Sua função é estrutural e deve haver um cálculo específico para determinar exatamente o quanto de carga irá suportar. Na construção a seco, é possível construir o que chamamos de laje seca, em substituição às lajes de concreto armado, feita com painéis de fibrocimento Superboard que suportam de 250 a 500 kg/m², e que são montados sobre as estruturas de light steel frame ou wood frame. Sanca de Gesso - O que é? A sanca de gesso é uma solução decorativa elegante e muito utilizada em projetos de arquitetura e design de interiores mais arrojados. Esse elemento ganha popularidade por viabilizar a elaboração de um plano de iluminação melhor distribuído e diferenciado, deixando o ambiente mais bonito e moderno. Muito se fala sobre essa estrutura, mas um grande número de pessoas ainda não entendem do que ela é composta e como utilizá-la da forma ideal em um ambiente. Por isso, vamos começar pela parte mais fácil e responder a primeira pergunta que recebemos quando tratamos desse assunto: o que é a sanca de gesso? A sanca nada mais é do que o encontro entre a parede e o teto. Ela pode ser feita de três formas diferentes no forro de gesso. Já o forro é apenas um elemento estético de acabamento, que serve para ocultar a estrutura de vigamento de piso e passagens de instalações prediais (elétrica, hidráulica, telefonia, climatização). Primeiro é executada a laje, e por baixo é montado o forro drywall. Como a função do forro é de acabamento, não deve receber nenhum tipo de carga. Além disso, norma brasileira não recomenda quaisquer instalações no forro, nem mesmo a de luminárias, que devem ser ancoradas na estrutura da laje. Considerando as diferenças, quais cuidados são necessários durante a manutenção do forro drywall? Luiz Guilherme: a manutenção do forro deve ser feita por um profissional capacitado e realizada sempre por baixo, nunca sobre ele. Dessa forma, o responsável irá cortar a chapa na área desejada e fazer os possíveis reparos. Em hipótese alguma pode-se pisar ou colocar cargas sobre o forro drywall. Quais são os principais tipos de forro drywall? Luiz Guilherme: existem sistemas de forros com propriedades específicas, como absorção ou isolamento acústico e resistência ao fogo, além dos convencionais. * Para ter uma construção de qualidade, busque profissionais capacitados e produtos que obedeçam aos requisitos das normas brasileiras de montagem ABNT NBR 15.758, e que sejam continuamente testados e aprovados pelo PSQ (Programa Setorial de Qualidade) do Governo Federal. Caso tenha qualquer dúvida, o Departamento Técnico de Especificação da Etex está à disposição para auxiliá-lo em seu projeto de forma gratuita. Entre em contato!